Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAGA-LUMES OU PIRILAMPOS:

Vaga-lumes, ou pirilampos:


Tenho pirilampos, a revoar.
Nas madrugadas, de m’vida.
Mini-estrelas, das Campinas.
Onde brinquei, quando guri.

Hoje elas são minhas poesias.
Onde campeio, em meus sonhos.
Tropas de vaga-lumes a piscar.
Pelos campos, onde eu cresci.

Vaga-lumes, talvez pirilampos.
Quando criança me ensinaram.
Há, chamá-los, de pisca-pisca.
Sinalizador da terra, onde nasci.

Hoje moro, em um apartamento.
Distante, dos meus, vaga-lumes.
Aqui sob meus pés, o pisca-pisca.
De luzes da cidade, a me lembrar.

Campinas, pirilampos e as noites.
Passadas, nos campos onde nasci!
Uma lágrima, uma gota de tristeza.
Enxugo e disfarço para não chorar.
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 09/11/2005
Código do texto: T69008
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
2317 textos (155320 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/01/21 04:38)
Volnei Rijo Braga