Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAVALEIRO ERRANTE


Tu roubaste o lugar do meu pai,
O da minha mãe e o do meu irmão.
Das minhas irmãs eu nem lembro mais,
Pois lugar não há no meu coração.

Meus outros filhos, que são teus irmãos,
Um minuto sequer têm da minha atenção
Pois o tempo é pouco para em ti pensar.
Não havendo espaço para outra afeição.

E o pensamento, mais veloz que o vento,
É um “cavalo alado” contigo a montar!
Cavaleiro errante, cujo vôo eu tento,
Por alguns momentos, tentar dominar.

Teu pai não existe. Tua mãe, também não.
Tens um bloco de gelo como coração?!
Quando irás parar? Onde irás pousar?
Se tão somente o vôo te traz emoção?!

Se olho para dentro de mim, estás lá,
Com as tuas loucuras a me sufocar.
Se olho o vazio, lá estás também,
Não deixando lugar para mais ninguém.


És inconsequente no teu modo de agir,
Já que as conseqüências não sabes medir.
Ou não queres saber o que irá ocorrer
Devido às loucuras que estás a fazer.

...
Voas muito alto... sem preparação
Sem ver a distância de ti para o chão.
Sem querer saber o que virá depois!
O futuro não é!... O passado já foi!

Mas o teu pensar mata a todos nós.
E, da nossa morte, és tu o algoz
Sem pena – já que em ti não há compaixão.
E pedir que mudes é... inútil! É vão.

                             ...
Mas... Se, por milagre, um dia puderes
Parar pra pensar... E aí quiseres
Mudar tua vida. Tornar-te melhor:
Pensa em quem te ama, e deles tem dó!

Porém...
se a esperança é a última que morre,
E só uma fé pura é quem nos socorre
Continuo esperando! Pois, com fé no PAI
ETERNO, um dia, de voar cansarás
E aos braços divinos de Deus tornarás.


Rosa Regis 
Natal/RN -24.07.2001
Rosa Regis
Enviado por Rosa Regis em 14/05/2006
Reeditado em 31/12/2019
Código do texto: T156037
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Regis
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 70 anos
447 textos (280492 leituras)
1 e-livros (152 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/01/20 16:11)
Rosa Regis

Site do Escritor