Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A vida está sendo franca.

Me leva embora contigo
Prometo me comportar
Tá dificil eu não consigo
Quero sorrir e cantar.

Conto as horas nos dedos
Os minutos se arrastam
Meu DEUS estou com medo
As coisas boas se afastam.

Tá tudo tão diferente
Esta me faltando o chão
A poesia não está contente
E muito menos o coração.

E se o dia é tristonho
Faz uma idéia a noite
Dormindo e acordado sonho
Em cada sonho tem um açoite.

O meu mundo parou
Sou o unico culpado
Sem palavras eu estou
Mas que dilema danado.

É a obra do destino
E nada se pode fazer
E em meio a um desatino
Vou tentando escrever.

A poesia é a minha vida
Não queria que fosse assim
A alma tá muito dolorida
E eu sonhando com o fim.

A esperança abalada
E o meu coração a venda
Vou por o pé na estrada
Pra longe dessa contenda.

Cada canto está marcado
Pelo doce perfume dela
O jardim tão desprezado
Cade a rosa tão bela?

Até a borboleta branca
Esqueceu a rosa vermelha
A vida tá sendo franca
E vai apagando a centelha.


Pedro Nogueira
Enviado por Pedro Nogueira em 24/06/2009
Código do texto: T1664364
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Pedro Nogueira
Campinas - São Paulo - Brasil, 67 anos
6223 textos (177858 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 13:17)
Pedro Nogueira