Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estrada da alma

Eu! Eu.. apenas eu e não você
Deixe as lágrimas percorrerem o palco da face
Deixa as dores invadirem a tediosa rotina
Apenas deixe, me deixe, me esqueça

E quanto aos sonhos, são apenas sonhos
Bailando sobre a triste realidade
Nua e crua, dolorosa e penetrante realidade
Sufocada pela mente que não mais vive, sobrevive

Mas deixe que eu vou indo
Andando e cantarolando
Poesias de um poeta triste
Poesias de uma vida morta

Mas não me de atenção
Estou apenas de passagem
Nessa estrada de idas e vindas
Estou indo, eu fui, pra nunca mais voltar.
Thiaguinhu
Enviado por Thiaguinhu em 02/09/2009
Código do texto: T1789499

Comentários

Sobre o autor
Thiaguinhu
São Carlos - São Paulo - Brasil, 32 anos
74 textos (12413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/05/21 21:39)
Thiaguinhu