Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cristal Quebrado

                        Feito um cristal se quebrou
                        E cada um vai pro seu lado
                             O encanto foi quebrado
                       Este desfeito, não tem jeito

                          Ficou apenas a lembrança
                          Sonhos feridos não curam
                        E lá se foi minha esperança
                         Esses sonhos não voltaram

                          Um amor foi despedaçado
                          A culpa não é do coração
                           Estava muito desgastado
                         Sobraram-se nossa solidão

                          Cristal quebrado não cola
                          Sonhos feridos não curam
                        Amor adormecido não volta
                          Sonhos acabados choram

                               Rosinha Oliveira
                          ////////////////////////////


                       Participações especiais dos Poetas:
                Regina Pessoa, Gilson Faustino Maia, Aleixenko
                   Obrigada poetas pela explêndias interações

                   

                               O cristal se quebrou
                                   O sonho findou
                                    O amor partiu
                               A esperança acabou

                                   REGINA PESSOA
                            ////////////////////////////


                              Pode rachar o cristal,
                     Pode o sol partir-se ao meio,
                           Porém o amor é imortal,
                      Vem sem dizer por que veio
                        No peito planta a saudade
                           Adeus, adeus liberdade!
                        É um sofrimento sem freio.

                             Gilson Faustino Maia
                          ////////////////////////////


                          Meu coração se cristalizou
                        Com seu desprezo se quebrou
                          Os cacos outra recolherá
                                Serei feliz: será?

                                      Aleixenko
                           ////////////////////////////
Rosa das Oliveiras
Enviado por Rosa das Oliveiras em 11/08/2011
Reeditado em 12/08/2011
Código do texto: T3152697
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oliveira Rosa). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa das Oliveiras
Guarulhos - São Paulo - Brasil
2545 textos (531104 leituras)
6 áudios (688 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 06:03)
Rosa das Oliveiras