Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quebrados...

  Os meus olhos estão assim repassando, e temendo você.
Você: O ser humano, que creio ser um semideus...
Cheio de vícios e medos, mas cheio de graça também...
A rotina é costume, e traz a fase mais robótica...
De um milenar hábito: Sobreviver.
Não tem sortilégio na memória, é tudo verdade.
A vida começou no mar, e depois se espalhou...
Ainda se espalha, e se espalhará, até tudo transformar-se em quark...
Quebrados iremos de novo catar...o resto e recomeçar....do pó.


Valéria Guerra
Enviado por Valéria Guerra em 13/04/2012
Código do texto: T3611208

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Valéria Guerra
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3458 textos (122691 leituras)
196 áudios (9325 audições)
3 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/19 01:48)
Valéria Guerra