Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resultado de Uma Orgia


Alguém bate forte,
Na porta do meu coração;
Um "toc toc toc",
Ecoa sutilmente
No meu interior.

Já sei quem é,
Já conheço essa sensação;
E grito, mal-humorado,
Em sua direção:
"Pode entrar! Está aberta!"

E entra a Solidão,
Para fazer-me companhia,
Seguida de perto
Pela Tristeza e a Melancolia;
Que tríade!

"Vamos beber?!", convido-as,
Já pegando o vinho,
Elas me respondem: "Claro!
Nunca haveremos de deixar-te
Sozinho!"

Fiquei tão feliz
Que dei em cada uma um abraço!
Beijei-as e começamos
Nossa estranha orgia; Eu,
A Solidão, a Tristeza e a Melancolia!

Vi-me, no fim da noite,
Na minha cama deitado,
E as três dormiam tranquilas,
Nuas, ao meu lado
E eu...

Chorando embriagado!

André Espínola
Enviado por André Espínola em 06/02/2007
Código do texto: T371021

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
André Espínola
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
247 textos (12561 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 08:05)
André Espínola