Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Medo
elisasantos


Muralha essa neblina,
embota os relevos...
Tropeço onde conheço,
com as pedras já não atino.
Fugindo do sofrimento,
da vida perco o estímulo.
Cofre cujo segredo, está perdido
O medo com seus matizes,
descolore toda a tela
impressa pelo destino.
Em exílio nos porões,
reprimidas emoções
sem alforria agonizam,
delirando transitar
ruas, becos e avenidas...
Ficam febris e adoecem,
cativas elas fenecem,
restando um corpo inerte,
mera fachada da vida.
Nem sol, nem lua aparecem:
O eclipse não termina.

elisasantos
Enviado por elisasantos em 30/04/2007
Reeditado em 01/05/2007
Código do texto: T469894
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisasantos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 58 anos
430 textos (25009 leituras)
1 áudios (95 audições)
4 e-livros (176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 23:02)
elisasantos