Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAR ABERTO

Não é preciso muito,
eu só te peço um favor:
deixe-me aqui no meu cantinho,
não me cale, não abale,
meu silêncio ensurdecedor,
eu juro: é só um pouquinho.
Sei que é tudo complicado,
que uma coisa é a outra ao contrário,
não ajeita nem com dicionário,
um vai e vem enrolado ,
cada pensamento, um míssil ;
a palavra embola, enrola,
vai ficando dura, difícil...
Não tem jeito, não tem graça:
ou vou no peito ou vou na raça.
Então deixa assim quieto:
mexe não que eu me acerto,
parece que eu tô afundando,
mas só tô é mesmo treinando
pra remar em mar aberto...


http://www.deboradenadai.prosaeverso.net

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 02/10/2015
Código do texto: T5402296
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 56 anos
722 textos (165718 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 01:34)
Débora Denadai