Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema de tristeza absoluta e passageira

Quando eu morrer
Quero as persianas de meu quarto abertas
Para o luar refletir no vazio todas as noites
Para que quem passe da rua jogue confete
Para que a música das casas entrem
E as buzinas ocupem o lugar do silêncio

Quando eu morrer, deixem o mato no meu quintal
As florezinhas tímidas, roxas e anônimas
Deixem os trevos e o capim
Os insetos persistentes
As formigas e suas legiões

Quando eu morrer cerrem bem minhas pálpebras
Pois morri intoxicado de luz e quero a escuridão
Não esqueçam as moedas para o barqueiro
Irei para o Hades fugir do tédio
E dos santos hipócritas

Quando eu morrer, deixem minhas roupas no varal
Acenando a cada brisa, com saudades de mim.
Deixem a chuva fazer a vez do meu suor
E a poeira tomar lugar da minha humana sujeira

Quando eu morrer,
Pode ser em um dia como o de hoje
Não velem o meu corpo hirto
Não chamem padre, rabino, pastor
Não me benzam e não orem por mim
Não me banhem em água benta
Ali está uma casca que dispensa rituais.
.
Que meus amigos não se vistam de luto
Não chorem ou solucem
Não me façam elogios
Não me acrescentem atributos
Que cantem, dancem, assobiem e zombem
Que se riam
Que se amem e que se armem
Com ideais que deixei esquecidos

Não se apressem, amigos
Haverá tempo.
Hoje estou longe, nas montanhas que criei
Hoje estou longe, nos mares dos quais fugi
Hoje estou longe e desliguei o telefone
Os fios, as veias.
Só hoje.
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 17/05/2016
Código do texto: T5638690
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 54 anos
432 textos (60322 leituras)
3 áudios (883 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 23:48)
Mauro Gouvêa