Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tragédia Maculada

Em noturno silêncio
Onde não há simpatia
Desnecessárias criações
Caem temores

A melodia ecoa
Com tudo ainda para ser dito
Entretanto magnífica nostalgia
Mostram-se ângulos de paternidade

Mortais dançam sobre solos infiéis
Toca-se o sino do amanhecer
Em seus ninhos queimam-se em luxúria
Nega-se a semente que não haviam plantado

Inocência desperdiçada
Oh donzela de batalha envolta em prata
Com lágrimas balanceia entre passos
Sons surdam suas lágrimas

A cama envolta de velas
Mantém segredos temerosos
Olhar cabisbaixo por minha vergonha
Ao expor estes segredos em versos
Marcos Ses
Enviado por Marcos Ses em 27/08/2007
Código do texto: T625469
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Ses
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
50 textos (1523 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 19:20)
Marcos Ses