Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rei do cavaco

Um reino,
onde eu governo,
lá o verde não existe,
e o azul do céu esta longe o bastante.

Uma fortaleza de navalhas de aço,
onde os poderosos não ousam chegar,
os humildes se cansaram de lá,
e as brocas assassinas não são bem vindas.

Construídas com sangue e suor,
com pequenas marcas do tempo,
onde as paredes tem ouvidos,
e as navalhas sentem ódio.

Onde o rei se torna escravo,
esquecido por todos,
ele se aquece sobre o céu negro,
e sente a tentação da morte.

Meu reino,
minha fortaleza,
e meu inferno,
onde a esperança se transforma em medo.
Thiaguinhu
Enviado por Thiaguinhu em 28/08/2007
Reeditado em 28/08/2007
Código do texto: T628022
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiaguinhu
São Carlos - São Paulo - Brasil, 28 anos
74 textos (10923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 06:24)
Thiaguinhu