Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu ei de voar...

Todos os dias eu digo adeus
Já me despedi de mim mais do que poderia contar
E eu deveria ir...

Mas algo maior me prende
E isso dói.... Dói tanto que morro

Morro todos os dias
Todas as horas
Todos os segundos
E tem sido assim por muito tempo

Eu tento fugir sempre que olho aquela estrela brilhante no céu
Ela me leva a algum lugar
E isso diminui um pouco a dor

Mas eu acordo e nada,
Absolutamente nada mudou
Tudo continua cinza e dolorido
Mas na verdade eu posso aguentar, sei disso

Dizem que Deus não dá fardo que não possamos carregar
E eu posso porque sou forte

Mas ser forte cansa
Cansa os braços, as penas,
Cansa as costas, cansa a mente
Cansa os olhos que deságuam
Cansa o coração que já anda doente
Cansa viver
E ó, como dói viver

Mas eu ei em algum momento,
De alguma forma me libertar
Eu ei de voar tão alto
Tão alto que alcançarei aquela estela que brilha lá no céu.
Brê Moraes
Enviado por Brê Moraes em 12/06/2018
Reeditado em 12/06/2018
Código do texto: T6362652
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Brê Moraes
Conceição do Araguaia - Pará - Brasil
92 textos (2272 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/18 22:25)
Brê Moraes