Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A TRISTEZA NUNCA MORRERÁ

Quando isso que sinto nesta alma vai passar, Tristeza
Por que o destino escolheu pra mim essa sina, Tristeza
Quando terei um descanso e uma justa paz, Tristeza.

Minha boca está seca e o gosto do amargô, Depressão
Não tenho mais prazer numa roda de amigos, Depressão
Estou num ciclo repetitivo de falta de fé à dor, Depressão.

Tudo é melancólico e meu corpo está sujo de lama, Morte
Não tenho anjos que me resguardem do perigo, Morte
Sou casa sombria e com aranhas e espectros ó, Morte.

Não há mais alegria neste espírito depressivo, Angústia
Nas trevas do coração quero dormir e chorar, Angústia
Nunca vivi realmente apenas no escuro áspides, Angústia
Eu somente quero dormir, pois não há deuses nesta Angústia.

Não consigo ver significado na vibração etérea, Perdição
Sou lobo cego e com fome sem propósito ao fim, Perdição
Macambúzios, a tristeza nunca morrerá essa é a pia, Maldição
Melancolia dessas palavras sem luz a sofrer ó tu solidão.

Dedicado a E. E.
Mayson Angélico Ser
Enviado por Mayson Angélico Ser em 03/01/2019
Reeditado em 03/01/2019
Código do texto: T6542280
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mayson Angélico Ser
Redenção - Ceará - Brasil, 30 anos
15 textos (150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/02/19 07:07)
Mayson Angélico Ser