Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ESPADA E A CRUZ (86)


A ESPADA E A CRUZ

Se encontraram derepente,
Numa agreste madrugada;
Entre a foice e o martelo,
Entre a cruz e a espada.

Falaram do passado,
E do escasso presente;
Da fuga do precipício,
O principio da serpente.

Sorriram pos quase nada,
Cantaram naquele dia;
Testemunha do momento,
Febril de tanta magia.

Eles se amaram na relva,
Macia de um só verão;
Ela uma loba no cio,
Ele um calado leão.

Sem temerem mais o fundo,
Do túnel encontraram a  luz;
Encontraram aquela espada,
Cravada ao lado da cruz.
                                     
*J.L.BORGES

Jorge Luis Borges
Enviado por Jorge Luis Borges em 05/01/2019
Código do texto: T6543419
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Luis Borges
Guaíba - Rio Grande do Sul - Brasil
269 textos (1658 leituras)
4 e-livros (53 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/07/19 14:57)
Jorge Luis Borges