Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olha o trem

Vou começar do começo e terminar a angustia que sufoca minha garganta...
Meus erros exterminam lentamente minhas forças,
E por vezes chego a pensar em partir no trem que surge atrás das montanhas azuis...
“Olha o trem, vem surgindo de trás montanhas... Olha o Trem...”
Minha jornada está chegando ao destino desconhecido,
Aonde compomos o rol dos seres esquecidos...
Dos seres, em que a saudade existe num simples retrato.
Hoje vivo a vontade de morrer!
Vivo a vontade de reencontrar o passado e suas histórias...
O que deveria fazer antes?
Perdoar ou ser perdoado?
Cada dia que passa, sinto meu coração bater mais fraco...
Como se estivesse desistindo de lutar.
E quem será o próximo a amar?
Vou subir nesse trem que o Raul cantou...
E ser conduzido para onde ele foi morar!
Chega de poesia rimada com hipocrisia,
Chega mulher rimada com fé,
Só me resta um gole de café,
E uma madrugada eterna acordado...
“Olha o trem, vem surgindo de trás montanhas... Olha o Trem...”
“Quem vai chorar?”
“Pois o trem está chegando...”
“É o último do sertão!”
Rodrigo Paulino
Enviado por Rodrigo Paulino em 29/09/2007
Código do texto: T673614
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Paulino
Saquarema - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
111 textos (6339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 14:12)
Rodrigo Paulino