Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desespero amargo

E mais uma vez, a madrugada constata o quanto meu estado ainda é desesperador.
Os dias passam e ao invés de diminuir, percebo que só aumenta a minha dor.

Sim, eu segui minha vida e estou fazendo tudo o que sempre tive vontade.
Mas pra ser sincera, eu trocaria qualquer coisa pra ter você de volta à minha realidade.

Há momentos em que acredito que estou bem e finalmente conseguirei ser feliz.
Só que essa ilusão tem período de duração e novamente volta a incomodar a cicatriz.

Como é doloroso te amar, sabendo que sequer tenho espaço nos seus pensamentos.
Ainda é mais doloroso lembrar que um dia você desejou eternizar nossos momentos.

É indescritível o quanto você foi especial e singular na minha vida.
Apesar do que me fez passar, eu simplesmente não consigo curar essa ferida.

Sei que o fato de sentir isso, ao ponto de relatar em forma literária, me faz ser uma idiota.
Porém, ser verdadeira admitindo minha própria fraqueza e limitação pra mim é o que importa.

Desejo um dia ter a oportunidade de desabafar o amargo que me deixou, diante de seu olhar.
Talvez nele não haja a mínima oscilação ou vestígio de sentimento, mas seria o suficiente para me contentar.
Giovana Teixeira Vieira
Enviado por Giovana Teixeira Vieira em 11/09/2019
Reeditado em 13/09/2019
Código do texto: T6742772
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Giovana Teixeira Vieira
Salvador - Bahia - Brasil, 22 anos
18 textos (133 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/09/19 03:07)
Giovana Teixeira Vieira