Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

W.O.: desistindo sem ter jogado

Muito obrigado por me elucidar
desta pecaminosa pretensão:
sei que é
sonho muito alto
eu, mísero covarde,
te ter nas mãos...

Preciso um prazo pra me adaptar
aos meus males nesta situação,
apesar
d'eu rejeitar
a forma de como
é ensinada a lição...

Peço milhões de perdões por gostar
muito mais do quanto mostro a você
e também
por não fazer
a menor questão
de tentar te esconder...

Espero poder, um dia, encontrar
algum lendário imaginário ser,
para a qual
dialogar
comigo não seja
um total desprazer...

Sê santa sensata:
se isenta de mim,
pois esta dor (grave,
cinzenta e ruim)
se agrava ainda mais se ouso
ser pouco mais receoso...
Dor que mente sem adormecer,
que sequer me deixa dormir:
estou aos seus pés... e, como
não há anestésico,

peço também para não se prender
a alguém que venha a não te merecer...
Sei sou fonte
insuficiente:
quero e preciso
desaparecer...
Valdir Júnior
Enviado por Valdir Júnior em 05/10/2007
Reeditado em 26/02/2013
Código do texto: T681708
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdir Júnior
Ribeirão das Neves - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
83 textos (1563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 06:47)