Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Porque tantos porquês?

Porque tantos porquês?

Não sei ate que ponto
a alma de ser suporta uma dor.
Não sei ate que ponto
minha alma suporta uma dor.
Não sei se existe cura para tal.
Não sei... Talvez seja a morte!

Não sei se isso pode acabar um dia,
se essa dor vai passar.
Não sei se vou querer esta aqui para outra dessas,
se vou querer passar por isso novamente.
Não sei se queria esta aqui agora,
se queria ver isso.

Não sei! Às vezes me pergunto:
Porque comigo? Porque não posso ser feliz?
Porque sinto isso? Porque tenho saudades?
Porque meu coração dói? Porque sou triste?
Porque sou sozinho? Porque sou um buraco?
Porque choro? Porque essa lagrima em meu rosto?

Às vezes eu queria esta em outro mundo, do outro lado...
Neste mundo injusto, sujo, nojento, impuro,
eu queria ser invisível... pois já não sou nada mesmo.
Porque minha cabeça esta cheia de tantas interrogações?
Porque não posso voar, para bem longe?
Porque não posso simplesmente morrer?


(Santarém-Pará, 05/10/07)
Andrew de Castro


 
Andrew de Castro Rodrigues
Enviado por Andrew de Castro Rodrigues em 05/10/2007
Código do texto: T681770
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrew de Castro Rodrigues
Santarém - Pará - Brasil, 27 anos
82 textos (5893 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 20:22)
Andrew de Castro Rodrigues