Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu

Eu

Eu sou a esquecida
A enlouquecida
Eu sou entristecida.

Eu o que se diz ruim
Sou o pesadelo da madrugada
Sou uma rosa murcha sem jardim.

Sou um monstro
Um demônio
Sou a errada
Sou sempre a culpada!

Talvez,eu seja um anjo escuro
Que vive a voar sem rumo.
Quem sabe eu não seja um abismo
Cheio de dores e vozes apavorantes?

Eu sou a que esta cansada
Sou a que morreu,mas não se decompôs!
Eu sou um zumbi
Que vaga pela noite escura,
Sem saber para onde ir.

Eu sou a julgada
Sou a maltratada
Eu sou a suja cheia de farrapos
Cheia de trapos.

Sou a lágrima quente depositada no travesseiro
Sou o grito abafado pelas mãos trêmulas
Sou o olhar perdido na neblina da noite.

Eu sou o piano que toca melancolicamente a meia-noite.
Sou a nênia funesta que embala os mortos.
Sou o sangue derramado dos pulsos,
Sou o último suspiro que saiu da garganta dilacerada.

Sou as idéias loucas
O cansaço do viver
Sou o medo de me relacionar com pessoas.

Sou a solidão do poeta,
Que descreve numa folha de papel as dores que viveu.
Sou o sonhodo poeta
Que escreve nas linhas vazias um amor impossível.
Sou a tristeza do poeta
Que suplica ao mundo um pouco de paz!

Eu sou o que ninguém jamais entende
Sou o que ninguém jamais ouviu
Sou o que é estranho,
O que é mal,
O que é nojento.

Eu sou...

Os gemidos de pânico
O suspiro amedrontado
O eterno desaprender do ser feliz.

Eu fui...

Um arco-íris,
Que perdeu sua graça.
O sol,
Que perdeu seu brilho.
A flor,
Que morreu sem perfume.
O sorriso de uma criança,
Que cresceu e se tornou amargurada.
A lembrança de um beijo,
Que nunca existiu.

Eu serei...

O vento,
Que passa e ninguém vê.
A chuva,
Que cai e vai-se embora sem ninguém entender.
As estrelas,
Que brilharão a noite e pela manhã desaparecerão.
O beija-flor,
Que é tão dificl de encontrr.
A ilusão,
Que passa e fica amarg na lembrança.

Eu sou...

O irresoluto,
O lôbrego aceno de mão do amor partindo.
A fúnebre dor do respirar
O sinistro passar.

27/10/07
Borboleta aprendiz
Enviado por Borboleta aprendiz em 29/10/2007
Código do texto: T715322

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autora:Josiane). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Borboleta aprendiz
Salvador - Bahia - Brasil, 26 anos
300 textos (54215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 09:12)
Borboleta aprendiz