Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

peço alma

Hoje: escurecendo...estrelando....vivendo...remoendo...perdendo-se
Sensível: tudo toca, provoca, rompe, inflige....Açoita!
pensamentos que não calam, desejo de mordaça....
E eu aqui, mordendo os dedos aflitos na expectativa de sangue não escorrer
É que sangue me é pulsante demais,
e hoje quero a des-construção des-continuadamente desumana

Como segurar água com as mãos peneira...
Dia acabando...
Noite quista, não quista...chegando...
Hora de romper!
Afinal...mais hora, menos hora....

Realidade cravando a pele...
Corpo-alma retraindo...afogando...perdendo a luz
Visão do sol por debaixo d’agua
Mão estendida procurando as cegas apego...

Dia lamina flagelando a alma....
Aspiração não confessa de ter mão dada...
É que agora me sinto demasiada humana!
Peço somente alma, tudo alma, isso tudo alma...
...calma...
maricotamaga
Enviado por maricotamaga em 31/10/2007
Código do texto: T717858
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maricotamaga
São João da Boa Vista - São Paulo - Brasil, 37 anos
9 textos (219 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 12:00)