Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Atraiçoado"

Não suporto esta sua felicidade, bastarda!
 Repugno este seu sorriso refletido em outra cara,
É-me anátema seu beijo umedecendo outros lábios.

Porque a cena insiste em não sair de cena.
Aí dói um tanto,
Você nem imagina o quanto.

É um corte que sangra sem parar.
Sempre que olho para o meu coração ferido,
As gotas ainda estão lá.

O mundo que construí, ruiu.
E só me resta agora a poesia, fantasias,
Etéreas, irreais, imaginárias, fugidias.

Paulo Peter Poeta
Paulo Bonfim Campos
XXIX/ VIII/ MMXVII

Paulo Peter Poeta
Enviado por Paulo Peter Poeta em 07/03/2021
Código do texto: T7200719
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Paulo Peter Poeta
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
33 textos (1539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/05/21 20:13)
Paulo Peter Poeta