Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
TRISTE ABRAÇO

Está tudo sem sentido,
Nesse meu universo sem cor,
Olhar perdido,
Horizonte indefinido,
Ovelha sem redil e sem pastor,
Sinto-me impotente,
Em frente ao medo filisteu,
Ante esse gigante,
Sou micro pigmeu,
Não sou eu;
Sou um “Davi” sem pedras e sem atiradeira,
Vida que desce a ladeira,
Errada – errante – dissonante,
Está tudo nublado,
“Meu mundo anda tão complicado”,
Abismos por todos os lados,
Não há pontes para atravessar,
Sem onde ir – nem como chegar,
Submeto-me à melancolia,
Que me abraça – contagia,
É dona da situação,
Faz em mim desconstrução;
Descompassa o meu dia.
DELEY
Enviado por DELEY em 09/11/2007
Código do texto: T730711

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4980 textos (188715 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 03:45)
DELEY