Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu choro com acordes...

Quase acreditei que era possível amar,
Entregar-se a ter que esconder meus sentimentos,
Dos momentos de solidão...
A verdade é mais cruel que o simples descaso,
Dessa força que suga meu coração,
E devota a paixão ao desprezo,
Ao medo...
A vã emoção...
Tudo passa com o tempo,
Numa jogada injusta da vida!
O que expressar diante da tristeza,
Que disfarça teu sorriso?
Só me resta admirar a sua beleza,
E contemplar o infinito dos nossos dias...
Ah! Como eu queria...
Como eu queria...
Queria estar sozinho...
Queria estar com Deus...
Queria ter Deus!
A verdade me machuca muito mais,
Quando a mentira não consegue fazer a sua parte...
Viver como vivo, é uma arte!
Tudo passará...
Como os pássaros que passam em direção ao norte,
Em busca da sorte,
Em busca da morte...
Em busca...
Quase acreditei...
Quase acreditei...
Vamos tomar um copo de vinho?
Meu mundo recomeça agora...
Rodrigo Paulino
Enviado por Rodrigo Paulino em 17/11/2007
Código do texto: T740483
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Paulino
Saquarema - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
111 textos (6339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 23:58)
Rodrigo Paulino