Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Das Herz Der lilien

Um céu nublado e chuvoso
me impede de enxergar
a plenitude dos anjos
mas ainda posso sentir
as suas asas sobre mim
atravéz do vento.
Toda essa água santa
purifica meu jardim
meus lirios ja mortos
Talvez toda essa dor..
que tenho dentro de mim
morra junto com esses vermes,
Esses vermes que penetram
nas flores de minha mente.
O coração dos lirios.
esta adormecido
uma canção enpedreceu
todo o seu sangue
e só a chuva pode faze-lo
renascer de sua pálida
e entorpecida dor..
Todo esse jardim morto
e sem vida..
fluindo em meu ser
Nem mesmo o vento pode levar
o nublado que se encontra dentro de mim
O fogo que não me queima.
O punhal que não me fere
Mas um silencio que me destrói
que me humilha perante os pés
daqueles que cortam meus galhos,
minhas raizes e fazem as flores
ao meu redor apodrecerem...
se despadaçar ao sopro
de Supay.
Minha alma se desintegra ao
sopro de supay...
Malditos os cravos que penetram
em meus lírios..
Deixem-me viver!
Deixem-me viver!
EU só quero sentir o gosto
da felicidade..
Já que não posso viver com ela..

Clara Brito


Clara Brito
Enviado por Clara Brito em 17/11/2007
Código do texto: T740819

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Clara Brito). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clara Brito
Campos dos Goytacazes - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
47 textos (1600 leituras)
6 áudios (779 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 00:13)
Clara Brito