Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diria

Eu lhe diria os mais belos versos.
Diria que a morte é infinita,
Mais infinita ainda é esta noite!

Diria que há tantas estrelas no universo,
Diria que exerço a ação platônica
De amar-te, sofrendo no açoite!

Poderia dizer esta noite, sob o céu disperso
Das estrelas dos enamorados,
A dor de viver sob a meia-noite!

Diria, talvez, sobre a solidão do inverso,
Invertido na fusão do universo,
De meteoros, nos astros, na foice!

Mas nunca diria, que meu coração imerso
Em sofreguidão de amar a ti e tua beleza,
Chora em vê-la, com toda certeza.



Peço desculpas a todos por minha ausência. Mas o vestibular falou mais alto, então eu estive muito atarefado estudando.
Tenham certeza que voltarei a postar como sempre agora

Abraços a todos que gostam do meu trabalho e a todos os que também lêem ^^
Mayke Medeiros Rezende
Enviado por Mayke Medeiros Rezende em 02/12/2007
Código do texto: T762011

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mayke Rezende). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mayke Medeiros Rezende
Guapimirim - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
34 textos (2251 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 01:40)
Mayke Medeiros Rezende