Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Marcas do tempo

Um lugar, um perfume, uma canção
Essas três coisas tem o condão
De marcar momentos que rasgam as cortinas do tempo.
São infinitamente eternas na mente e no coração.

Lembranças que não fogem
São estradas claras na madrugada
Embelezando o alvorecer
São noites frias de lobisomem
Que acolhe a razão de viver

Fim de linha rumos possíveis
Coisas audíveis saem do coração
A esperança é a luz que nos faz sair
Do deserto da solidão

N'algum tempo tudo que se vê
Lembra algo se sente o cheiro
Tina o som da inesquecível
Musica que marcou pra sempre você

Luz do Sol pra claridade da lua
Tristes manhãs de chuva
Céus cinzentos tardes vazias
Mudanças impossíveis de evitar
É o cotidiano que visa passar.
António Souza
Enviado por António Souza em 16/05/2018
Código do texto: T6338305
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Antônio Souza - www.antoniosouzaescritor.com ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
António Souza
Manaus - Amazonas - Brasil
101 textos (3369 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/18 14:36)
António Souza

Site do Escritor