Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pedido

E pediu a Deus
que não fosse tão dorida
a perda da juventude.
Descia a ladeira da rua conhecida
e ouviu o tilintar de taças,
sôfregas carcaças
saltaram-lhe aos ombros.

E pediu a Deus
para não sofrer
quando a juventude
fosse dançarina manca:
uma última contradança!
O baile não acabara,
o salão ainda está repleto,
luzes, silhuetas agitadas.

E pediu a Deus
para não perder o ardor
do desconhecimento
quando a juventude se for.

Era absurdo seu pedido,
suas mãos tremiam levemente.
Rebentou suavemente a tarde.
Depois, o anoitecer.
Era agora um homem sem dor.









Gleidson Riff
Enviado por Gleidson Riff em 19/03/2020
Código do texto: T6891572
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Gleidson Riff
Ribeirão Vermelho - Minas Gerais - Brasil
143 textos (1622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/03/20 15:48)
Gleidson Riff