Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENTRANDO EM DIVAGAÇÕES



ENTRANDO EM DIVAGAÇÕES
Marcial Salaverry

Para curar a dor de um amor,
não estava com pressa,
e, como compressa,
usei o linimento de um novo amor...
Numa noite de luar,
estava a divagar,
e movia-me devagar,
apenas a vagar...
Percebi seu vulto ao longe...
Um lindo corpo,
que em felinos movimentos,
vinha em minha direção,
acelerando o bater de meu coração...
Encontramo-nos...
Olhamo-nos...
Sem nada dizer, beijamo-nos...
Fulminante assim,
são os reais amores, enfim...
Foi como um sonho real...
Mas foi apenas um sonho sonhado...
Acordei, sem ninguém a meu lado...
Soturnas
fantasias noturnas...
Como é bom sonhar...
Triste, é o acordar...
Então, devagar,
deixo de vagar,
e fico a divagar...
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 04/07/2009
Código do texto: T1681669
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 80 anos
22456 textos (2393170 leituras)
3 áudios (932 audições)
6 e-livros (2183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/10/19 10:38)
Marcial Salaverry