Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Memórias...

Abro o baú dos pensamentos
e começo a retirar tão bons momentos
há muito tempo ali guardados.
Eles estranham a repentina claridade,
tão diferente do escuro da saudade
a que todos estavam confinados,
alguns há dez, há vinte, há trinta anos,
no tempo em que eu ainda tinha planos
e ainda havia muitos amanhãs.
Outros, um pouco mais recentes,
talvez os últimos sobreviventes
de uma vida cheia de esperanças vãs.
Tiro o pó de um por um, deixo-os brilhando,
e cuidadosamente os colocando
à espera de voltar ao seu arquivo.
E aí percebo, triste e amargurado,
que tornar a por as mãos nesse passado
é a forma de mostrar que ainda estou vivo.
Amaury Nicolini
Enviado por Amaury Nicolini em 11/08/2011
Código do texto: T3153044
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amaury Nicolini
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 76 anos
1560 textos (21851 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 15:31)
Amaury Nicolini