Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O TEMPO DESENHA SAUDADE

Foi-se o tempo depositando lembranças
No pensamento, ora doces, ora amargas
Deixando aqui e ali, os vestígios da vida passada
Ao lado de alguém que representou amor
Foi-se o tempo, mestre dos artifícios
Desenhou no coração uma dor suave
Recordação sutil de uma face amiga
Era a saudade daquele amor que tive um dia
Foi-se o tempo e com ele a juventude,
A impetuosidade, aquela ânsia de saciar desejos
Mas não levou consigo a capacidade de amar
Foi-se o tempo, mas ficaram as recordações
Ora doces, ora amargas...e muita saudade
Mas a maturidade ensina a aceitar o tempo
E ser feliz, muito feliz!

Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 07/08/2005
Código do texto: T40958


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (953108 leituras)
16 áudios (8941 audições)
311 e-livros (34560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 12:15)
Denise Severgnini