Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANTIGAMENTE...

Havia a luz do amor...
a iluminar aquele recanto,
havia a luz dos lampiões,
 a lua com sua luz prateada,
Ajudava iluminar aqueles campos.

Havia também  os pirilampos!

Hoje, o amor é findo...
já não existe a luz dos lampiões,
E até o luar se esconde e,
estes campos seriam bem escuros,
se não fosse a luz...

Fosfórea dos pirilampos!


O nobre poeta
Trovador das Alterosas brindou-me com bela interação e a pagina ganhou beleza! Obrigada querido amigo, beijo seu generoso coração.

ESPERANÇA

A politica roubou a poesia
E azedou mais do que limão.
Carregou dos versos a magia
Tirou a ternura do coração...
Deixando as mentes vazias.

Encolhidas na hipocrisia

E nem a primavera floresceu
O amor ficou tão amedrontado
Que se acoitou na escuridão
Mas voltará agora iluminado
Pela luz quente de uma paixão,

Reaquecendo o recanto encantado.






















 
Jeane Diogo
Enviado por Jeane Diogo em 31/10/2018
Reeditado em 17/11/2018
Código do texto: T6490823
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Jeane Diogo
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
2249 textos (249324 leituras)
3 áudios (1783 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 10:55)
Jeane Diogo