Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quarto 32

Pelos corredores de luz entreaberta
Caminharam os desejos
Quantos segredos e ensejo desenfreado
E quanta vida em cada passo.

180 minutos de um compasso rogativo
E de repentinos convites para entrar
Ao calor humano, de temperatura alta
Da iluminação azul royal manchada no lençol de linho
E que de branco se formara apenas líquido.
Das gotículas imersas porquanto à cada espreita
E somente no encontro dos castanhos olhares.

Quem dera as imensas janelas
E o tranco da porta por trás do espelho
Fossem à prova de som neste dia
Cada grito e sussurro ecoam nesses versos
Sobre tudo o que deixei e comigo ainda carrego.

Fernanda Flora
Enviado por Fernanda Flora em 26/03/2020
Reeditado em 26/03/2020
Código do texto: T6897297
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Fernanda Flora
São Paulo - São Paulo - Brasil, 20 anos
15 textos (352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/04/20 02:13)
Fernanda Flora