Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




O corpo, ja mais nada obedece
pois minha mente não esquece
e a dor, a cada hora se expande...
Dor, que esta sempre presente
por sentir, que ela esta ausente
sua saudade, e muito grande...

Alegria? Não me resta alguma
Vontades, não tenho nenhuma
nem mais a vontade de viver...
Tenho na mente uma aquarela
que me mostra a foto dela
que me faz, aos poucos morrer...

Passaram-se, os dias de festa
e hoje, nada mais me resta
ja esta morto meu interior...
Qualquer som, ou uma melodia
se transformam em agonia
e não á remédio, para essa dor...

O tempo, lentamente vai passando
parece, que  vida vai secando
e já por nada mais procura...
Essa tristeza que me invade
vai aumentando a ansiedade
vai me levando para a loucura...
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 19/11/2007
Código do texto: T743236
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2611 textos (231135 leituras)
31 e-livros (2316 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 14:03)
GIL DE OLIVE