Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vem devagar...
 
Vem devagar
Chega bem perto
Afaga meu corpo como a brisa...
Afaga!
 
Vem agora
E vê as nuvens
Que lá no céu também choram...
Vem!
 
Pega uma estrela
Aquela mais brilhante
E traze-a para brilhar em mim...
Traze-a!
 
Chega com carinho
Vou acolher-te bem aqui
Fazer do meu leito teu ninho...
Chega!
 
Vem depressa
Enquanto é noite lá fora
E te aproximas da lua que chora...
Aproxima!
 
Faze um carinho nela
E traze sua luz prateada
Enxuga suas lágrimas esparsas
Enxuga!
 
Desce os montes nesse clarão
Ilumina meu quarto, meu corpo
E deixa as lágrimas inundarem meu chão...
Deixa!
 
Vem envolto nessa luz
Chega sem dissimulação
É tempo de viver o amor
E deixá-lo fluir como canção...
 
Já são horas mortas
 Logo chega radiante a aurora
A luz adentrará janelas e portas...
Do meu ser total!
 
 
 
 
 
 
 
Mena
Enviado por Mena em 08/12/2008
Reeditado em 08/12/2008
Código do texto: T1325050

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mena
Brumado - Bahia - Brasil
539 textos (117704 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 18:45)
Mena