Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CIDADE ADORMECIDA





Que seja
O que tiver de ser, pela manhã
Aurora de um outro cantar.

O meu reportório
Esgotei-o
No último espectáculo.

E de noite importa
Novo voar.

A renovação da cena,
Teatro shakespeariano,
Com ratos vestindo-se de reis
Roendo cidades adormecidas,
E janelas sem luzes
Por dentro.


Jorge Humberto
in Mosaico
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 26/06/2006
Código do texto: T182694
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 53 anos
2623 textos (68142 leituras)
22 áudios (941 audições)
13 e-livros (544 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/04/19 05:45)
Jorge Humberto