Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O paraíso no coração do inferno



...das minhas artérias
exponho e expando meu sangue ao céu vermelho.
...do meu encéfalo a berrar:
- Nietzsche estava certo – tudo é sofrer e gozar:
A partir disso, sou senhor do meu destino – ressalvado o acaso.
Com o carinho do acaso.
Com o torto caminho do acaso.
Nítido Nietzsche (este Buda moderno sem espírito e anti-Buda).
...desse caminho de espinhos a danar meus pés.
...dessas imagens via-sacrélites
a lacrimar minha face.
...da minha cruz, que se completa à de todos nós,
carregadores e fazedores de cruzes que somos,
nesta caravana que avança.
...da esperança de que
após a derradeira tempestade de areia
venha brotar a comestível flor.
Luciano Fortunato
Enviado por Luciano Fortunato em 04/07/2007
Código do texto: T551636

Comentários

Sobre o autor
Luciano Fortunato
Mendes - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
561 textos (87543 leituras)
20 áudios (511 audições)
16 e-livros (3309 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/05/21 05:16)
Luciano Fortunato