Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

equilibrista

não bata na porta,
porque o coração está escancarado,
não entre sem avisar,
pois ele está decepcionado.
aquela tarde esmorecida,
marcou fundo o desencontro;

amor tem que viajar nas paralelas;
e você me faz de equilibrista...
baila no ar uma certa mágoa
e os arrepios não brincam mais de esconde-esconde
em minha pele.
coração sem pulso, sem meio e sem destino,
desatino e melodrama...
                                         gardênia
gardênia
Enviado por gardênia em 26/08/2007
Código do texto: T624238
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
gardênia
São Paulo - São Paulo - Brasil
398 textos (11602 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 05:17)
gardênia