Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ENCANTADOR

Quisera eu ter o dom do encantamento,
E fitando nos teus lindos olhos negros,
Te deixava mansamente por um momento;
Ser uma estrela brilhante em meus dedos.

E quando você acordasse do lindo sonho,
Sorridente em sentir que foi uma estrela,
Saberia que o encanto ao qual proponho,
È bem maior do que simplesmente tê-la.

Eu queria poder encantar-te plenamente,
Não apenas por um simples momento.
Queria poder fazer o encanto totalmente,
Em ti e em mim também sem um lamento.

Eu queria prender-te na clausura lânguida,
Dos doces prazeres e dos amores sórdidos,
E nesta doce prisão, também, em seguida,
Me prenderia junto a ti, desde os primórdios.

Tu estrela de luz e eu viajante do espaço,
Iria ao teu encontro, ao encontro da paz,
Teu seio seria meu porto o meu regaço,
Teu corpo seria o infinito do prazer fugaz.
Lúcio Astrê
Enviado por Lúcio Astrê em 13/09/2007
Código do texto: T651118

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lúcio Astrê
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 60 anos
263 textos (10419 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 01:03)
Lúcio Astrê