Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

hoje

hoje

hoje... miséria, desgraça... carne pútrefa, amor de graça!
venham todos sentir o que eu sinto... medo, frieza, angustia, rancor
o corpo está aí, mas a alma pena por sua libertação...
a dor de querer algo que virá mas não poder fazer nada pra apressar...
o medo de chegar logo junto com a frieza de esperar até secar.
a luz não existe mais, se foram os dias em que podia sorrir alegre,
com a inocência de não saber de nada... e dava risada...
hoje... sei muito menos...

hoje... a única coisa que me faz sorrir é te ver sorrindo
vivo pelos outros mais que por mim mesmo... mesmo!
a satisfação que me dá quando te vejo alegre... tu nem imagina

a frieza é meu estado... a escuridão minha morada
sigo esperando nessa vida amordaçada
...que não vai me levar à nada

não peço teu carinho, muito menos teu amor... apenas sorria!
vivo pra estar sozinho, pois a solidão é a minha companhia.
nékros
Enviado por nékros em 17/09/2007
Código do texto: T655578
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
nékros
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil
72 textos (2744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 20:04)
nékros