Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A valsa de uma só borboleta

Apenas uma borboleta,
Que trazia sensíveis sonhos,
Leves, pelo céu violeta.

Despedia-se, flutuava...
Em suas transparentes asas
Por esse céu que enevoava...

Uma pétala sobre ela,
Emperrando sua suave ação,
Pintando a paisagem aquarela,

Trazendo-lhe raro perfume,
Um cálido suor surreal,
Nos prados, como de costume!

Longe... Em céu guache bordava,
E pelo horizonte se ouvia,
A valsa que melodiava...
Rascunho de Poeta
Enviado por Rascunho de Poeta em 22/09/2007
Reeditado em 22/09/2007
Código do texto: T664065

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rascunho de Poeta
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
140 textos (7247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 22:27)
Rascunho de Poeta