Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De incertitudine et vanitate scientiarum

Sicofantas do púlpito.
Sofistas do escárnio.
De joelho, beijam vossa face.

Na futilidade das coisas,
esculpem vãs acusações.
Trismegestiando elucubrações.

Oras, qual o preço da verdade?
Xenofantiando a imensidão
de meia verdades.

Não há moedas, ouro ou preço,
a se pagar pela verdade.
Não há suplícios a eterna-mentira.

Não há caminho maior que a verdade.
Verdadeira ilusão valsante
Escorrendo pelas lágrimas de seu rosto.
Antonio Archangelo
Enviado por Antonio Archangelo em 23/08/2019
Código do texto: T6727315
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Antonio Archangelo
Rio Claro - São Paulo - Brasil
39 textos (215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/03/21 09:09)
Antonio Archangelo