Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sensações de um mundo inexistente

Abri os olhos.
Pensei ver uma montanha
Um moinho de vento
E uma ponte de madeira
que não levava à lugar nenhum
A casa onírica de um ínsone

Senti na boca
Palavras de limão e maracujá
Que moíam retratos
Espelhos embassados, foscos
Pendendo tortos em paredes
de um museu de sonhos póstumos

Cheirava flores de papel
E me banhava numa amena
chuva de folhas  secas, mudas
O céu azul lembrava suspiros
O pôr do sol laranja era
um minúsculo lírio disforme

Ouvia músicas de ninar
Açudes de palavras prosaicas
Desaguando em mares de poesia
Vivia, morria, renascia
Em rotos trapos, roupas sujas
Num grão frio de areia
Elton Veloso da Silva
Enviado por Elton Veloso da Silva em 16/10/2007
Código do texto: T697188
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Elton Veloso da Silva
Pedreira - São Paulo - Brasil, 31 anos
110 textos (7089 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 11:11)
Elton Veloso da Silva