Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Despautério

Rocas em rolo nos penhascos rolam
Toplesses soltam uns ósculos sunglasses
Em poses de minissaias mariquânticas
Ritmos e blusas jazem em t-shirts e ases
Nestes versos que não são para agradar
Nem crítico de arte para esta letra aturar
Já que toda poesia é para foderamar alguém
Ou para conjugar sem tempo o verbo lovear
E qual o sentido de ter sentido sem sentir?
Melhor é procurar nonsense nas entrelinhas
E dizer o que todos querem ler sem entender
Pois tudo que eu quero é continuar querendo
Então quem vai ser o primeiro a sacar o lance?
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 25/10/2007
Código do texto: T709018
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 15:26)