Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMAS NEGRAS



Almas negras, errantes de subterfúgios;

Migrantes noturnos da miséria humana

Procuras constantes, recônditos refúgios;

Odor fétido que do tempo emana


Torturas resultantes, levantes profundos...

Das almas negras, enlutadas no ódio...

Em todas as terras, em todos os mundos...

São as primeiras a subir ao pódio.

 
Códigos e regras a elas não se aplicam

As desgraças da vida, nelas nada implicam...

Até as dores profundas delas se ausentam.

 
Almas negras, dejetos de um mundo poluído;

Carcaças e destroços de um tempo destruído;

Resquícios de maldade que na Terra habitam.

 
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 02/12/2005
Código do texto: T80187


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 60 anos
11345 textos (948888 leituras)
16 áudios (8938 audições)
311 e-livros (34536 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/02/20 05:50)
Denise Severgnini