Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quietude incômoda

Quieto espio o tempo.
Tudo está parado.
Tudo está em silêncio.
Ou quase.

Inquieto sobressalto.
Uma sombra distrai.
Um zunido desconcentra.
Um quase incômodo.

Inquietude que priva.
Proíbe a inércia.
Repreende o prazer.
Rouba momento de paz.

Quietude que é vida.
Espio renovador.
Silêncio restaurador.
Necessidade que se faz.


Sugestão de outra poesia: Sobre o tempo - jogo do tempo.
GeraldoCunha
Enviado por GeraldoCunha em 03/01/2018
Reeditado em 03/01/2018
Código do texto: T6215946
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
GeraldoCunha
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
85 textos (927 leituras)
1 e-livros (12 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 18:04)
GeraldoCunha