Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estampido

Estampido
.
Estampido nos ouvidos, no silêncio ouço gritos
É a voz da minha consciência  tão silenciosa
Mas quando grita, grita  alto e me apavora,
Ninguém ouve nada no lado de fora

São sons de notas que só eu interpreto
Quando não entendo fico quieto
São notas, que nem sempre são musicais
Uma mistura destoada como se fossem corais

Nos meus ouvidos, os gritos vindos da consciência é a orquestra que rege a minha sobrevivência
Se um dia esses gritos cessarem é porque a melodia foi interrompida
Esses gritos são sinais de vida

A voz começa bem lenta e aos poucos aumenta
É o tempo para equalizar o tom, afinar o som
Se a consciência grita, se ela causa estampidos
É sinal que é por esses barulhos que eu tenho sobrevivido

Jonas Luiz
12/06/18

Poeta Jonas Luiz
Enviado por Poeta Jonas Luiz em 13/06/2018
Código do texto: T6363422
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Poeta Jonas Luiz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
150 textos (1480 leituras)
12 áudios (146 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/18 13:11)
Poeta Jonas Luiz

Site do Escritor