Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maya, a ilusão

Renego a ilusão
A ilusão é renegada
Renegando a renegar,
parte de todo ato ilusório

Cobro-me por coisas efêmeras, ilusórias
De ilusão a ilusão, a realidade é tecida
Em nove realidades paralelas

Cada qual influenciada,
por uma ato de ilusão único,
cujo conjunto cria a maior das ilusões

Desejos, vícios e o tempo
sendo este último, a maior de todas
O jarro transbordando de ilusões e possibilidades

Passageira jornada, interrompida
Desprendendo muito tempo
Criando sua própria cilada, Maya.

Antonio Archangelo
Enviado por Antonio Archangelo em 30/08/2019
Código do texto: T6732801
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Antonio Archangelo
Rio Claro - São Paulo - Brasil
39 textos (215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/03/21 09:02)
Antonio Archangelo