TRANQUILAMENTE (poetrix)

como pacifica num instante

o repousante sim do olhar

que pousa absoluto em mim

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 04/06/2005
Código do texto: T22103