Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Desengano&profano

Haverá na noite escura nenhum brilho da lua
O tempo me trará forças para não pensar em ti
Quero um amor profano... Insano
Para amar sem medo do desengano!

Quero te aplaudir em ébrio sonho
E deixar sair um sorriso melindroso
Bruxa que não desiste nunca,
E tuas juras em sangue, me fizestes profana...

Aprendiz fui tua,
E com muita dor bebi a porção do amor,
Teu veneno me embriagou,
Louca e insana... Muito profana me fizestes
E me usou como ninfa a realizar teus desejos secretos!

Desengano maldito...
Curada de ti cá estou...
E feiticeira aprendiz tu me fizestes
Aprendiz de bruxa hoje sou.

Meu feitiço já lancei em ti,
E todas as ninfas beberão tua porção..
A fim de trazer a mim,
Toda a insensatez de tua alma insana,
E assim.

No nascer de uma era,
Não ser mais Salamandra;
E você aos meus pés ser apenas uma sombra,
E me pedir por mais uma noite,
Quente e insana...

****

Monet Carmo
Enviado por Monet Carmo em 29/03/2006
Reeditado em 05/04/2006
Código do texto: T130377
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Monet Carmo
Belém - Pará - Brasil, 41 anos
3213 textos (331223 leituras)
82 áudios (10637 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 23:43)
Monet Carmo

Site do Escritor